Pular para o conteúdo principal

Por onde anda ?

Por onde anda a ex doutoranda do PED I, Marília de Almeida Cardoso?  Formada em 2011 pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), turma "Eternos aprendizes da arte de ser médico". Na foto acima, atenta e emocionada na Aula da Saudade, ministrada pelo Prof Leonardo Moura Ferreira de Souza, no dia 22 de dezembro de 2011.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estadiamento Puberal: Critérios de Tanner

É com muito orgulho e satisfação que o Blogger "Pediatria em Foco" posta mais um Projeto de Intervenção desenvolvido pelos doutorandos do Internato em Pediatria I da UFRN. Este, por sua vez, aborda o Estadiamento Puberal, com ênfase nos Critérios de Tanner. Para ver em detalhes, basta acessar o link: https://www.slideshare.net/blogped1/estadiamento-puberal-critrios-de-tanner.

Fácies adenoideana

Semiologia Pediátrica- Fácies adenoideana - A hipertrofia das adenóides faz com que as crianças respirem persistentemente pela boca, o que leva a alterações na anatomia da face e dos dentes, provocando uma aparência chamada fácies adenoideana. - Características:  rosto alongado, dentes incisivos proeminentes, dentes agrupados, maxila pouco desenvolvida, lábio superior curto, lábio inferior ressecado;narinas elevadas  palato arqueado., boca entreaberta.

Semiologia Pediátrica : Icterícia neonatal - Zonas de Kramer

icterícia neonatal ocorre em cerca de 50% dos recém-nascidos a termo e em 70% dos recém-nascidos pré-termo (prematuros). Ela é quantificada considerando-se a sua progressão craniocaudal, isto é, a progressão da icterícia da cabeça para a região inferior do corpo (pernas e pés). A tabela elaborada por Kramer relaciona os níveis de bilirrubina indireta (BI) com a zona dérmica de icterícia: